Onde comer no Japão?

Hellooo! Hoje vim juntar nesse post todas as dicas dos melhores (e nem sempre mais caros tá?) lugares que eu comi no Japão!!!

Para começar, que fique bem claaaaro, para você não tomar o susto que eu tomei no Japão: eles não comem sushi, sashimi, maki etc! todo dia. Muito menos você vai encontrar esse tipo de comida em todos restaurante – como eu pensei.
Não são todos os restaurantes que tem esses pratos tão comuns nos restaurantes japoneses aqui do Brasil. Porque eles comem mais os pratos quentes da culinária japonesa, as sopas, lamens, bife, empanados, ensopados, arroz, arroz, arroz e etc haha

Então, já respondo: no Japão, eu comi sushi 3 vezes. Uma vez o japa de supermercado, aqueles de caixinha mesmo que já ficam prontos, nas famosas kombinis (supermercado + farmácia). Bonzinho, mais ou menos, como as “bandejas” de japa que achamos por aqui no supermercado.
Mas valeu a experiência. Comprei o japa e mais uns quitutes e fomos para o parque fazer um tradicional picnic embaixo das sakuras (arvores de cerejeiras quando florescem) . Dizem que dá sorte!

A segunda vez, em um restaurante que tem aquela esteirinha com os pratinhos de duplinhas passando (quem já viu?). O estilo chama KAITEN no Sushi Megumi.

SUSHI MEGUMI, SHIBUYA HIKARIE

megumi-sushi-japao-shibuya-hikarie
Migas do site @Fashionistando

Confesso que esse reataurante foi uma (boa) surpresa. Como ele fica dentro do Shibuya Hikarie Center, shopping onde acontecia o Tokyo Fashion Week. Assim que acabaram os desfiles, num dia mega cansativo, nós procuramos apenas comer perto e rápido mesmo.
E acabamos encontrando o Sushi Megumi. Que além de ser especializado nos pratos frios (sushi, sashimi, maki etc), ainda usava o sistema Kaiten, em que o sushimen vai fazendo e colocando as duplinhas na esteira à sua frente e você pega o que interessar.
Adorei o peixe, o lugar é super com cara de sushi raiiiz sabe? Nada fancy, mas preço justo. E além de tudo, achei sensacional, que eles tem uma torneirinha nas mesas, com agua bem quente. Claro que perguntei a serventia né? Era agua para você fazer seu chá verde ali direto, e ao lado, tinha o pó do chazinho, ge-nial!

E a terceira vez que experimentei o real sushi japonês, em um restaurante top, o Andaz:

HOTEL ANDAZ TOKYO, ROOFTOP BAR TERRACE

O que dizer de um happy hour com uma vista dessas? 😱 Um rooftop aberto no topo do hotel, com uma mega vista e o melhor, oferecem cobertores elétricos nos dias de frio como esse. As mesas são divididas em vários lounges para você dividir com amigos o sofá!
Por lá, consegui experimentar o melhor japonês (leia-se sushi, sashimi, maki etc!) porque não são todos os restaurantes que tem esses pratos tão comuns nos restaurantes japoneses aqui do Brasil, já disse. Incrível o frescor e o corte do peixe!

E também experimentei o Katsu Bun, que é um hambuger com carne empanada (katsu) num pão japonês diferenciado, que é frito no óleo de pato para ter cor escura (bun) É SIMPLESMENTE DIVINO!

Anotem essa #dztips: Rooftop Bar Terrace do Hotel Andaz (@AndazTokyo)!

Agora, vou falar de culinária contemporânea, típica do Japão, mas não sushi ok?

HYATT CENTRIC GINZA HOTEL, RESTAURANTE NAMIKI667

O Namiki é um restaurante-lounge e fica dentro do hotel Hyatt Centric no distrito de Ginza. O Bairro das lojas chiquetérrimas como Chanel! Então já imagina o nivel do hotel and restaurante né? Maraaa para tomar drinks!✨#Namiki667 @hyattcentricginza

PS: eu pedi esse prato típico daqui Japanese Beef Tendon Curry

MANDARIN ORIENTAL, RESTAURANTE THE PIZZA BAR ON 38TH

Anotem mais uma dica de restaurante ai: The Pizza Bar on 38th 🍕 do Mandarin Oriental (@mo_tokyo)!!
A massa de pizza mais maravilhosa que já experimentei na vida!❤️❤️❤️
É um dos restaurantes que ficam no topo do hotel Mandarin Oriental, aquela mesma rede que mostrei em Nova York, quem lembra?

As pizzas são servidas em um bar exclusivo de 8 lugares em mármore para um toque italiano na clássica Mesa do Chef. E a massa de pizza do chef com 3 estrelas Michelin Daniele Cason é feita com farinha orgânica italiana usando apenas um grama de fermento e 80% de água para uma fermentação de 48 horas para criar a crosta mais leve e digerível

GRAND HYATT TOKYO HOTEL, RESTAURANTE OAKDOOR

restaurante-grand-hyatt-oakdoor-omi-beef-Matsusaka-beef-japao-deborah-zandona-prato-de-mil-reais-300-dolares

Foi nesse restaurante, especializado em carnes, que provei O PRATO DE QUASE MIL REAIS!!!
No Japão, o Omi beef é geralmente considerado um dos melhores tipos de carne, junto com Kobe beef e a Matsusaka beef. Apenas 2,500 vacas que correspondem aos estritos padrões de qualidade da raça são abatidas a cada ano, tornando a carne cara e difícil de ser encontrada.
A carne tem uma gordura marmorizada de um jeito que nunca tinha visto, e sim, DESMANCHAAAAAA na boca! Coisa de louco!

A melhor pavlova da vida, eu também comi por lá!
O restaurante The Oakdoor fica num dos melhores hotéis da cidade: o Grand Hyatt Tokyo ❤️❤️ anotem essa #dztips!!! ❤️ @grandhyatttoquio #OakdoorHyatt

Gostaram? Qual parece mais o seu estilo?
Beijocas!
@deborahzandonna

Para mais dicas, confira as hashtags no instagram #DZemTokyo #DZnoJapão

Compartilhe:

@DZtips

Deborah Zandonna, mineira de Belo Horizonte, tem 28 anos e é formada em Publicidade pela PUC Minas e em Consultoria de Imagem pela École Supérieure de Relooking Paris, além de cursos como Fashion Campaign & Advertising do Instituto Marangoni-Milão. E atua nos campos de Moda, Marketing e Midias Digitais.

Siga nosso conteúdo nos instagrams @deborahzandonna e @dztips!

Meus trabalhos /jobs

Personal Stylist

Consultoria de imagem, de estilo, visagismo, personal shopper

Palestras

De marketing digital a produção de conteúdo de moda na Internet

Eventos

Bate-papo e palestras abordando moda, praticidade e consultoria