Guia da Depilação a Laser


Já foi a época em que a gente não tinha outra opção a não ser ir ao salão de 20 em 20 dias né. E ainda sentir uma dor horrenda com aquela cera quente.

A depilação a laser é feita com um fino feixe de luz laser que passa através da área da pele que está sendo tratada. Esse laser reconhece a melanina do pelo e atinge diretamente o folículo (raiz de onde o pêlo cresce) e o destrói.

Dói? Dói! Você sente picadinhas ou um calor intenso – depende do processo – mas é uma dor que vale a pena, porque depois de algum tempo, você nunca mais precisa sentir nada. Na depilação convencional, a dor nunca acaba, porque a gente tem que estar sempre fazendo né.

Existem vários tipos de depilação a laser, vou descrever algumas delas:

LightSheer
O primeiro a chegar no Brasil, e mais comum, trata peles bronzeadas e negras com mais eficiência e segurança que os outros equipamentos, já tem melhor reconhecimento da melanina do pelo. Pois quando o contraste da pele e do pelo não é muito grande, há riscos da pele em volta também ser queimada.

Alexandrite
É um laser de pulso longo e alta energia.. A pele é protegida durante o processo por um sistema de resfriamento de criogênio, presente no aparelho, que ocorre milisegundos antes do disparo do laser. Isto confere proteção à pele e anestesia minimizando a dor.

Soprano
O melhor de todos! Ao invés do laser ir catando pontinho por pontinho, esse laser funciona fazendo uma espécie de varredura repetidamente da área como um todo. Aí vai aumentando gradativamente a temperatura do folículo e dos tecidos até 45ºC, ela destrói os pêlos e previne seu crescimento a partir de pulsos de baixa potência. A duração das sessões também é menor. E dói bem meeenos gente, quase nada!

Resumindo: depilação a laser é vida! Eu faço desde 2005 -com intervalos entre as áreas, claro – quando ainda só existia um tipo de laser o Light Sheer, e recomendo pra todas as minhas amigas!

Dica: eu sou muiiito “dolorenta” hahaha, qualquer dorzinha me incomoda, então minha dermatologista indicou a xilocaína 5% (não é a pomadinha fraca que eles recomendam nas clinicas não, esse é líquida em spray e poderosa!). Ela me garantiu que o anestesico mais forte e sem ser ilegal, que existe hahaha. Passa meia hora antes e pode ser feliz sem sentir nada =)

Beijocas!

Compartilhe:

Deborah Zandonna

Deborah Zandonna, mineira de Belo Horizonte, tem 28 anos e é formada em Publicidade pela PUC Minas e em Consultoria de Imagem pela École Supérieure de Relooking Paris, além de cursos como Fashion Campaign & Advertising do Instituto Marangoni-Milão. E atua nos campos de Moda, Marketing e Midias Digitais.

Meus trabalhos /jobs

Personal Stylist

Consultoria de imagem, de estilo, visagismo, personal shopper

Palestras

De marketing digital a produção de conteúdo de moda na Internet

Eventos

Bate-papo e palestras abordando moda, praticidade e consultoria